Onde buscar por referências de qualidade?

Você sabe onde buscar a opinião de outros consumidores quando se está interessado em comprar algum produto, ou consumir algum serviço de alguma empresa que anuncia amplamente nas mídias disponíveis?

Pois é! Passamos por este mesmo dilema quando chegamos no Japão pela segunda vez e enquanto folhávamos as revistas e catálogos destinados à comunidade brasileira do Japão.

As várias revistas especializadas na comunidade, especialmente as mais conhecidas , funcionam basicamente como catálogos de anúncios para a venda de produtos e serviços, seja por empresas japonesas, mas principalmente para empreendimentos da própria comunidade, oferecendo seus produtos ou serviços.

Bom, na verdade o grande “problema” não é onde encontrar os anúncios, mas sim como saber que as empresas anunciantes e seus  produtos e serviços são realmente de qualidade? Acreditando que este não é um dilema enfrentado apenas pelos estrangeiros que vivem no Japão, mas sim uma dificuldade de todas as comunidades ao redor do globo, resolvi colocar a mão na massa para “ocupar” esta lacuna, ou pelo menos uma parte dela …

Assim, surgiu o Vailah!. 🙂

Atualização: o Vailah! foi descortinado por várias razões. Hoje não está mais acessível.

O Vailah! é um guia de opiniões, estruturado como uma rede social, onde podemos compartilhar as nossas opiniões sobre as empresas com as quais já tivemos alguma  experiência de consumo (entre produtos e serviços). Se a empresa ainda não estiver cadastrada no site para receber uma avaliação, você mesmo poderá adicionar!

Um centro de referência baseado na confiança mutua dos consumidores e que pode também ser utilizado pelos fornecedores (empresas e profissionais autonomos) para divulgar os seus negócios com base na opinião de seus clientes.

Embora a ideia principal seja a informação sobre as empresas, no Vailah! nós também podemos dar dicas (com fotos) sobre lugares que nos agradam e fazer check-in naqueles onde já estivemos; seguir outras pessoas dentro da rede para acompanhar as opiniões e sugestões delas; etc.

Se você curtiu a idéia e quer ajudar, veja como poderá fazer:

Por enquanto a rede ainda está em versão beta e, por isso, apenas que é convidado tem acesso, mas você pode solicitar o seu convite na página inicial do site, ou, pedir para alguém que já participa te convidar.

O que achou da idéia? Deixe a sua opinião 😉

Arroz sem sal …

Antes de vir ao Japão pela primeira vez, estávamos acostumados a comer apenas o bom e velho arroz agulhinha, cozido e generosamente temperado com sal, cebola e por vezes, alho!

Aqui, tentamos manter essa tradição, mas como o arroz agulhinha não é facilmente encontrado em mercados, e quando encontramos, normalmente está com preços altos, passamos a comprar do arroz japonês.

No Japão, o costume é fazer o arroz em panela própria: a Takuhanki (炊飯器), também conhecida por aqui como “panela de gohan” (lê-se gorran, que significa arroz branco), que torna o processo muito mais simples, pois basta colocar o arroz com água na panela e liga-la para que magicamente tudo fique pronto em torno de uma hora! 🙂

São muitos os modelos e, também, os preços de panelas de arroz!

Nós levamos um bom tempo para nos acostumar com o hábito de comer o arroz como os japoneses (sem tempero, nem mesmo o sal). Inclusive, descobrimos que o uso de temperos na penela de arroz faz com que a vida útil do copo interno seja bem reduzido!

Hoje, já estamos mais do que habituados com o arroz branco e sem sal, e porque não dizer ainda que passamos a preferir comê-lo dessa forma! Mas claro que de vez em quando bate saudade de comer o arroz agulhinha, temperado a moda brasileira! 😉

E vocês, também comem arroz branco, ou preferem o agulhinha?

Os números de 2011

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2011 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um bonde de São Francisco leva 60 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 2.800 vezes em 2011. Se fosse um bonde, eram precisas 47 viagens para as transportar.

Clique aqui para ver o relatório completo

Lojas de conveniência

Diferentemente do Brasil, as lojas de conveniência, conhecidas aqui por Konbini ( こんびに ), não ficam vinculadas a postos de gasolina, mas sim localizadas em espaços próprios e bem destacadas com luminosos. Nos Konbinis podemos encontrar dos mais variados itens, desde um simples chocolate e sandiwiche pronto até máscaras e carregadores de celulares! O mais interessante é que tudo pelo mesmo preço encontrado nos mercados.

Além dos produtos, os Konbinis oferecem também práticos serviços como: máquina copiadora self-serv, recebimento de contas (água, luz, gás, etc.), entre outros diversos. Tornando o dia-a-dia muito mais fácil e ágil, já que por aqui, literalmente, tempo é dinheiro! 🙂